Como se não bastasse a má fama que a Praia do Moçambique tem, por causa de frequentes arrombamentos de carros, roubos de motos, desova de animais e pessoas e mais um monte de barbaridades que falam e comentam sobre a praia, agora um grupo de desconhecidos – ou não – quer afastar os turistas de vez do Moçambique. Não só os turistas, mas também parece que querem enfrentar os próprios moradores e nativos do bairro/praia com esse tipo de atitude.
Aliás, com uma atitude estúpida e que revela um perfil de gente conhecida, isso que é o pior. Picharam as duas placas – Norte e Sul – , recentemente colocadas na Rodovia João Gualberto Soares, que indicam a entrada da Praia do Moçambique. O mesmo haole que pichou ali, aparenta ser um entusiasta do surfe, porque incrivelmente deixou pistas, não pichando o adesivo da Associação de Surf do Moçambique, preservando a entidade, mas deixando claro que é conhecido e que teme maiores represálias.

Indiferente a qualquer tipo de localismo, a Associação de Surf do Moçambique condena esse tipo de atitude pelo fato de a praia oferecer uma quantidade enorme de valas ao longo dos seus 8 km, fora o pedaço sul que segue até o camping do Rio Vermelho, que também apresenta boas condições de ondas, pra aqueles que estão ligados nas condições e não preocupados com quem vai surfar, na tentativa de repelir moradores, usuários, turistas ou seja lá quem for.
A melhor classificação que chegamos para esse tipo de gente é que não passam de COVARDES e que nunca fizeram bem algum à praia e comunidade; tá aí o exemplo.
Dia desses, foi dada uma primeira mão de gasolina, na intenção de remover a tinta spray aplicada sobre o nome da praia e deu certo. Porém não durou dois dias e lá foram eles novamente deixar sua marca de IGNORÂNCIA e picharam pela segunda vez.
Realmente parecem irritados com a visitação na praia, porém as valas continuam funcionando pra todos que sabem surfar o Moçambique; porque também tem essa; nego que não sabe surfar, não vem pra cá pra aprender – a não ser nos dias bem pequenos no Canto do Morro, onde até existe a escolinha parceira da ASM a Aranha Surf Club – , logo fica mais difícil um crowd com muito prego, dando um pouco mais de qualidade ao nível de surfe na vala. Será que eles estão sendo incomodados por pessoas que surfam mais que eles, os Pichadores Fora da Lei? Só pode ser, pra estarem com tanta raivinha assim.
Pois bem e seja lá por qual razão seja, esses vândalos vão sempre existir, porque faz parte da democracia a liberdade de expressão e o protesto também, mas vamos e venhamos; será se eles têm coragem de ir pichar os terminais de ônibus, a câmara de vereadores, a assembléia legislativa, para protestarem contra o aumento das passagens, os salários absurdos dos nossos governantes e outros logradouros que realmente precisam receber protestos contra a falta de respeito à população?
Não passam de rélos haoles e que nem devem saber surfar direito; seus prééééééégo!!!!!!

Num segundo momento, pós a primeira pichada, apagada e pichada novamente, os rapazes da ASM deram uma segunda de mão e limparam a placa mais uma vez. Vamos ver se o prego lá vai criar vergonha na cara, refletir sobre sua ação e parar com essa babaquice.

Ajude, não critique!